sexta-feira, junho 30, 2006

O que já foi dito sobre a democracia burguesa

"Não foi o sistema representativo que nos deu, nem mesmo garantiu, as poucas liberdades que conquistamos no último século. [...] Por si mesmo o governo representativo não dá liberdades reais, adapta-se admiravelmente ao despotismo. As liberdades têm que ser arrancadas da mesma maneira que aos reis absolutos; e uma vez arrancadas é preciso defendê-las contra o parlamento [...]. Foi derrubando, com as barras das grades de Hyde-Park, a polícia que proibia a entrada, que o povo, de Londres, [...] afirmou contra um ministério constitucional, o seu direito de se manifestar na rua e nos parques da capital."
P. Kropotkin. "Sobre o governo representativo ou parlamentarista". IN: GUÉRIN, Daniel (org.). O anarquismo e a democracia burguesa. São Paulo: Global, 1979, pp. 52-3.

Fenikso Nigra na campanha pelo voto nulo

O coletivo Fenikso Nigra, de Campinas (SP), divulgou o panfleto "Voto Nulo, uma opção real". Além de propor o voto nulo como um direito de resposta (e de protesto!) do povo, o grupo apresentou propostas de uma participação política mais efetiva.

Vejamos alguns trechos:

"Nossa proposta é a ação direta. Ação direta é fazer de forma independente o que é necessário para uma convivência melhor. Isso é possivel de forma individual ou em grupo.

"Nossa proposta de organização é a autogestão. Autogestão torna iguais tod@s os participantes de ações diretas, por isso não há chefes, líderes, messias, diretores ou qualquer forma hierárquica. Tod@s coordenam e tod@s fazem. [...]

"Enfim, é necessário inverter as prioridades do sistema, tornando a população protagonista de seu destino. [...] Porque existe política além do voto, e o voto nulo é apenas um sinal para mudança.

"PARA VOTAR NULO: DIGITE 00 (OU QUALQUER NÚMERO SEM REGISTRO ELEITORAL), IGNORE A MENSAGEM DE ERRO E APERTE O BOTÃO VERDE CONFIRMA.

"RECICLE SUAS IDÉIAS, VOTO NULO!"

Mais informações:
www.fenikso.rg3.net
feniksonigra@yahoo.com.br
http://votonulo.espora.org
voto-nulo@riseup.net

terça-feira, junho 06, 2006

Sobre o 1o Ato do Comite Pró Voto Nulo


Saímos todos as ruas, neste 3 de junho, para mostrar as caras a população. As 10 da manhã lá estávamos, na praça Saens Pena, zona norte do Rio de Janeiro, com cartazes, faixas, megafone, panfletos, corpos e almas. Já no caminho a praça Saens Pena ouvimos a voz popular se manifestar da boca de uma senhora: “É isso mesmo! Vamos votar nulo! Nenhum deles presta!”. Não. Não precisávamos de muito esforço, parecia que já estava no ar tudo aquilo que almejávamos falar.

Ao chegar a praça Saens Pena, de fato, vimos que aquele prelúdio do ato demonstrara-o em sua totalidade. A população, em grande peso, saudou-nos. Estava clara a desilusão da população na política partidária, estava clara a insatisfação com a roubalheira obsessiva da classe política – ou, dever-se-ia dizer, classe parasita? -. Distribuímos panfletos, marcamos um ponto para colocar nossos murais, de aproximadamente 2 metros cada, onde ficavam sempre algumas pessoas para conversar diretamente com a população, enquanto esta, poderia ver através das várias reportagens coladas no mural, a degeneração que se tornou, ou melhor, sempre foi, a política brasileira.

Todo o tempo o clima manteve-se excelente. Fomos calorosamente recebidos e raras foram as vezes que ouvimos pessoas defenderem os políticos. O ato mostrou-nos, com efeito, que a confiança deve ser retomada. Existe uma luz no fim do túnel! A população, aos poucos, parece sair de sua passividade e dizer: “Não. Já basta!”. Esperamos, e lutamos com afinco para isso, que esta “Basta!” seja muito mais do que mero protesto. Que este “Basta!” que todo gritamos a céu aberto, seja por uma política além do voto, que seja por um novo modelo de organização, por uma vida mais justa, humana e digna para todos os seres humanos.

sexta-feira, junho 02, 2006

Manifestação Pró-Voto Nulo

Dia 03/06 (Sábado)

Concentração a partir das 10:00h da manhã, na pça Saens Peña(próximo a feirinha hippie e a cabine da polícia militar), Rio de Janeiro, com exposição de murais sobre a corrupção e cartazes e faixas a favor do voto nulo e da política além do voto.

Compareçam, participem, divulguem!

Maiores contatos em:
votonulorj@gmail.com